ACESSIBILIDADEPrefeitura de Porto Velho recebe Prêmio Brasil Mais Inclusão por qualidade das ações na educação especial

30/Nov/2022 - 12:16

Investimentos vão desde a formação de professores e profissionais ao aparelhamento de escolas

Premiação aconteceu em Brasília, na Câmara dos DeputadosGraças a uma gestão diferenciada para o atendimento da educação especial, a Prefeitura de Porto Velho recebeu na quarta-feira (30) o “Prêmio Brasil Mais Inclusão”, categoria Darci Barbosa, em sinal de reconhecimento à pessoa com deficiência. A premiação foi realizada na Câmara dos Deputados, em Brasília (DF). O diploma de menção honrosa é concedido anualmente pela Câmara dos Deputados a empresas públicas ou privadas, entes federados e personalidades que tenham realizado trabalhos ou ações na inclusão de pessoas com deficiência. E neste ano a educação promovida pela Prefeitura de Porto Velho recebeu a honraria pelo trabalho desempenhado em prol de uma educação inclusiva.

De acordo com o prefeito Hildon Chaves, a prefeitura realiza desde 2017 uma gestão com foco de inclusão, abrangendo todas as esferas da educação, incluindo os estudantes com necessidades especiais. “Temos valorizado muito os nossos estudantes com investimentos em formação de professores e profissionais, assim como também no aparelhamento de escolas com materiais pedagógicos e adequação de acessibilidade para atender com qualidade a todos os alunos, do convencional ao especial, facilitando o processo de ensino-aprendizagem de forma plena”, disse o prefeito.

Conforme o Censo Escolar, dos quase 44 mil alunos matriculados, aproximadamente 1.200 são público-alvo da educação especial.

De acordo com Gláucia Negreiros, titular da Secretaria Municipal de Educação (Semed), a prefeitura de Porto Velho está sempre priorizando eixos e ações específicas para a efetivação de uma educação inclusiva e equitativa.

“Podemos exemplificar ações como a de implantação de políticas de formação continuada na rede, que entre tantas ações garantiu a formação específica sobre o ‘Transtorno do Espectro Autista’, feita pela Faculdade Polis Civita, por meio de convênio específico, proporcionando a qualificação de 1.100 trabalhadores da Educação”, disse.

Segundo a secretária, outro fator importante é a garantia na disponibilidade de profissional de apoio para os alunos da educação especial, contribuindo com os cuidados e o fazer pedagógico da criança de forma inclusiva em sala de aula.

Da mesma forma, o atendimento em 32 salas de recurso no contra turno escolar, reforçando o trabalho pedagógico realizado no horário regular. “Estas são algumas das ações que a Prefeitura de Porto Velho vem realizando e os resultados têm sido evidenciados com a satisfação das crianças e de suas famílias, como direito assegurado, conforme legislação vigente”, completou Gláucia.

Texto: Géri Anderson
Foto: Semed

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)


logotipo da prefeitura de porto velho logotipo da prefeitura de porto velho