imagem do corona vírus
Se apresentar sintomas leves de gripe como: tosse, coriza, dor de cabeça, ligue: 0800 647 5225

ENCONTRO FORMATIVO CAPACITA PROFESSORES PARA ATENDER ALUNOS COM NECESSIDADES ESPECIAIS

12/Mai/2022 - 08:59

O “Encontro Formativo de Educação Especial” é direcionando para professores que trabalham com alunos que possuem necessidades educativas especiais em sala de aula.

Em continuidade as ações de formação e preparação de professores, a Secretaria Municipal de Educação (Semed), em parceria com a Universidade Federal de Rondônia (Unir), está realizando o Encontro Formativo de Educação Especial nesta quinta feira (12) no Centro de Formação dos Profissionais de Educação de Porto Velho - CFPE.

O encontro tem por objetivo ser o piloto para busca de parcerias em projetos a serem construídos em conjunto e contribuir na formação dos profissionais da educação básica. “Esse curso é mais uma iniciativa continuada das ações de qualificação dos servidores da educação, seguindo um roteiro coordenado, os profissionais vão sendo otimizados cada vez mais no atendimento aos alunos que necessitam de atenção especial na educação básica”, disse a titular da pasta de educação, Gláucia Negreiros.

De acordo com a diretora do departamento de políticas educacionais da Semed, Juliene Rezende, o “Encontro Formativo de Educação Especial” é direcionando exclusivamente para professores que trabalham com alunos que possuem necessidades educativas especiais em sala de aula. A proposta de palestra de profissionais da Unir envolve o tema “Por que levar Vigotski para a escola? - contribuições para educação Especial e Inclusiva”. “A psicopedagogia do pensador que empregou o tema da formação, aponta a importância da interação do indivíduo com o meio. Dessa forma, é o contato com o ambiente, o convívio com outras pessoas e suas influências culturais que farão com que o indivíduo se desenvolva”, explica Juliene.

Quem é L. S. Vigostski?:

Vygotsky foi um clássico do pensamento pedagógico, um marco para a educação, deixando vários legados, sendo eles: interação social, a linguagem como ferramenta cultural, a importância dos recursos culturais presentes no ambiente e a interação docente-educando. Essas contribuições foram significativas para a psicopedagogia antiga e moderna.

Texto: Géri Anderson

Foto: Semed


logotipo da prefeitura de porto velho logotipo da prefeitura de porto velho